terça-feira, 15 de agosto de 2017

Culminância do Projeto “O Casarão da Comunidade de Milagres” na E.M. Prof.ª Antonia Carmetilde Fernandes


A Escola Municipal Prof.ª Antonia Carmetilde Fernandes, localizada no Sítio Milagres, Zona Rural de Campo Grande esteve em festa nesta sexta-feira (11 de Agosto de 2017) com a Culminância do Projeto “O Casarão da Comunidade de Milagres”. O projeto foi uma iniciativa do Professor Francisco de Assis Rocha, que sentiu a necessidade de resgatar a história, fortalecer as práticas comunitárias, envolver as famílias reconhecendo o patrimônio cultural e ambiental local.


Com este objetivo como fator decisivo na formação das crianças enquanto sujeitos de sua história e de sua identidade, Assis obteve o apoio da Secretaria Municipal de Educação e mobilizou pais e moradores da comunidade. A tarefa fundamental da escola com estas parcerias foi a construção participativa do projeto que resgatou a história da comunidade de Milagres, mais precisamente do Antigo Casarão.


Dentre as ações realizadas destacamos: entrevista com as famílias, visita ao Casarão e o encontro de vivencias onde definiuse o projeto. A culminância foi uma grande festa com a participação da Secretária de Educação, Geovanna Medeiros, além dos supervisores Ceiça Holanda e Keops Pimenta. Foi um momento especial onde mulheres, crianças, homens puderam conhecer a história local, mexendo com as mentes e os corações dos participantes, num processo de aprendizagem transdisciplinar.


“Nós, professores e alunos resolvemos fazer uma pesquisa na comunidade sobre um casarão antigo, pesquisamos junto a moradora do casarão, a senhora Maria Lúcia da Costa Oliveira, onde as crianças fizeram a entrevista, colhendo as principais informações sobre o casarão, ela nos disse que o casarão tem mais de 100 anos, perguntamos tudo sobre o casarão, existem 10 cômodos, 9 portas, 6 janelões (grandes), onde a mesma só passou por reforma no piso que era todo de tijolos, grandes e antigos. Existem ainda alguns objetos antigos como: o relógio, a foto do casal, um caixão que era para guardar farinha por vários meses, pesquisamos também sobre um açude existente construído na comunidade que tem mais de 90 anos de existência para abastecer a comunidade ao lado do casarão, procuramos fazer esse projeto para conhecer a história da comunidade e registrar um pouco dessa comunidade e resgatar a memória de quem aqui vive.” – Disse o Prof. Francisco de Assis Rocha.


A SEMEC parabeniza a supracitada escola pela excelência do Projeto e pela bonita festa realizada pelo Professor Assis.




 
Blog da SEMEC

Acompanhe nossas Novidades no Facebook. Clique AQUI para CURTIR nossa FAN PAGE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário