sexta-feira, 24 de junho de 2022

Educação da zona rural em Campo Grande/RN está entregue as baratas

Infelizmente virou rotina falar da péssima situação da educação campo-grandenses, não bastasse todo o episódio de humilhação e perseguição que passaram os professores quando reivindicaram o aumento de seus salários, tem chegado ao site diversas denúncias sobre o estado de abandono das escolas da zona rural do município de Campo Grande, na região Oeste do Rio Grande do Norte.

Desde falta de lâmpadas elétricas em salas de aula, falta de pratos e talheres suficientes para os alunos merendar, até a inexistência de carteiras para todos sentarem e assistir aulas. Ou seja estrutura básica de uma escola.

É aterrador a situação que se encontram alguns locais, muitos sem nenhuma condição estrutural mínima para uma unidade de ensino. Vários desses problemas foram constatados pelos vereadores da oposição que nos confirmaram esse quadro de precariedade, inclusive fazendo a denúncia na sessão do legislativo.

Na Escola do Sítio Pimenta faltam pratos, copos e talheres para todas as crianças poderem merendar, sendo assim é feito um rodízio primeiro alguns comem e só após terminarem o restante pode fazer sua refeição, que inclusive foi dito que o fazem sentados no chão, pois não existe refeitório ou algum outro local mais apropriado.

Já na Escola do Sítio Salgado falta de tudo, desde ventiladores e bicos de luz nas salas, até mesmo livros didáticos para os alunos. Nos foi repassado que a merenda estava sendo armazenada sem nenhum tipo de cuidado ou preocupação com a higiene, a mesma estava sendo acondicionada em uma geladeira com a porta caindo.

Foi constatado também que janela não pode ser aberta pois está sem dobradiças e pode cair sobre alguém causando algum acidente, sendo essa situação numa sala para dar aulas as crianças da pré-alfabetização. A quadra também se encontra em péssimo estado, o que impossibilita a prática de atividades físicas pelos alunos.

É um quadro assustador e vergonhoso a atual situação das escolas da zona rural! Em quase seis meses de ano letivo não foi possível dar o mínimo de estrutura para que as unidades escolares pudessem entregar o mínimo de condições para as crianças? para onde está indo o recurso do Ministério da educação? Aonde estão os demais vereadores para fiscalizar essa situação? E o prefeito, não tem consciência do que está se passando no município que ele administra, ou simplesmente está fazendo vista grossa sobre toda essa tragédia? São muitas perguntas e questionamentos...Mas o que de fato a população quer é uma resposta em forma de ação, haja visto o que temos presenciado é a cidade se enfeitando toda para a festa da padroeira e esse episódio sendo varrido sumariamente para debaixo do tapete, a famosa política do "pão e circo".

Hora já dizia o renomado e tido como pai da pedagogia no Brasil Paulo Freire: "Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda.” será que é isso que estamos tendo em Campo Grande/RN? Uma educação de qualidade, capaz de formar cidadãos de bem e que possam se integrar e trilhar um grande futuro na sociedade? Dá forma como está a resposta é NÃO!

Pra fechar queremos registrar nossa indignação com esse quadro, e aguardar que medidas sejam tomadas para que todos esses problemas sejam corrigidos, aproveitamos e encerramos com mais uma fala de Paulo Freire: “Educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas. Pessoas transformam o mundo.”

CGa+ Agência de Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário